O desmatamento é uma das principais formas de uso inconseqüente da natureza e um dos que mais contribuem para o aquecimento global.

Segundo o Programa das Nações Unidas para o Meio Ambiente (PNUMA), por ano, cerca de 13 milhões de hectares são devastados no mundo inteiro. O aumento populacional, a pobreza, a expansão da agricultura e a demanda pelo consumo são as principais causas desse desmatamento.

Ao longo dos anos, o homem utilizou os recursos naturais apenas como forma de exploração sem atentar para as conseqüências que o uso desenfreado poderia causar. Hoje, a natureza começa a dar sinais de que precisa de ajuda. Aquecimento global, furacões, enchentes e secas são apenas alguns indícios de que o meio ambiente não quer mais ser vítima da exploração irresponsável do homem.

Compromisso verde (Saiba mais…).

Foto por C. Rolim Engenharia

Cada vez mais as pessoas começam a perceber a importância do uso responsável do meio ambiente e da preservação dele para uma vida mais digna e um futuro melhor. É por isso que, para tentar reverter o quadro de devastação e utilizar a natureza de maneira mais responsável, estão surgindo, no mundo inteiro, iniciativas de cuidado ambiental.

E é com esse pensamento ecologicamente correto que a C. Rolim Engenharia lançou no ano de 2009 o Compromisso Verde. Essa iniciativa faz com que seja plantada uma árvore para cada metro quadrado de terreno construído nos empreendimentos da C. Rolim Engenharia. Trata-se de um compromisso firmado com a humanidade, com o objetivo de compensar a grande emissão de gases poluentes. E nada melhor do que árvores para combater esse mal.

Esse compromisso já começou a ser honrado em 2010, onde no dia 22 de abril, Dia da Terra, Essa data marca o plantio de 7.000 árvores nobres na Lagoa do Papicu e no Parque Guararapes, correspondentes aos 7.000 metros quadrados de terrenos dos empreendimentos da C, Rolim Engenharia lançados em 2009: Paço das Águas e Paço Verde.

Agora a Lagoa do Papicu e o Parque dos Guararapes serão embelezados e nos darão generosas sombras através de seus Jacarandás, Cedros, Paineiras, Oitis, Pau-Brasil, Ipês, Flamboyants e outras plantas ornamentais. Tudo sob a autorização da Secretaria do Meio Ambiente – Regional II.